Site da USP
DEPARTAMENTO DE MEDICINA SOCIAL FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO - USP

ANTONIO RUFFINO NETTO

Possui graduação em Medicina pela Universidade de São Paulo (1964), mestrado em Master In Science In Epidemiology – Harvard University (1972) e doutorado em Saúde na Comunidade pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (1970). Atualmente é professor titular da Universidade de São Paulo, coordenador de comite do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, membro comitê científico de revista – Universidad de Buenos Aires, assessor comite técnico em tuberculose – Secretaria de Vigilância em Saúde, Coordenador Geral da REDE TB – Rede Brasileira de Pesquisas Em Tuberculose.
Foi Coordenador da Área de Epidemiologia da REDE TB, Membro conselho editorial do Instituto Adolfo Lutz, consultor eventual da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e editor – Revista Brasileira de Epidemiologia. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Pneumologia Sanitária , atuando principalmente nos seguintes temas: tuberculose, , atenção primária à saúde, epidemiologia da tuberculose e tabagismo.

 

Linhas de pesquisa e interesse atual

No DMS atua na área de EPIDEMIOLOGIA .

As linhas de pesquisa sempre foram no campo de Pneumologia Sanitária, destacando-se neste estudo sobre tuberculose e tabagismo.

No tema tuberculose tem uma série de pesquisas e  publicações pertinentes a:

1- Prova tuberculínica
2- Estudo radiológicos
3- Estudos bacteriológicos
4- Modelos matemáticos- modelos epidemiométricos
5- Tuberculose e a Educação Médica
6- Programa de Controle da tuberculose em nível municipal, estadual e nacional

No tema tabagismo tem uma série de publicações versando sobre estudos descritivos, levantamentos epidemiológicos, estudos tipo caso-controle.

Mais recentemente, última década o interesse de pesquisa/ensino/extensão ficou bem focado na REDE BRASILEIRA DE PESQUISAS EM TUBERCULOSE (REDE TB) e no GRUPO ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS E OPERACIOAIS (GRUPO GEOTB)

 

Projetos implementação ou em desenvolvimento

1- 2019 – Atual

Projeto MCTIC/CNPq nº 28/2018 – Universal – Processo: 426822/2018-8. FronTB – estudo sobre resistência aos antimicrobianos utilizados no tratamento da tuberculose: um estudo de coorte prospectivo

Descrição: O projeto tem como objetivo identificar fatores preditores de RAM (resistência aos antimicrobianos) na terapia antituberculosa. Trata-se de um estudo descritivo-analítico, tipo coorte-prospectivo, que será conduzido em localidades na faixa de fronteira Brasil-Paraguai-Argentina..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Antonio Ruffino Netto – Integrante / Aline Aparecida Monroe – Integrante / Maria Eugenia Firmino Brunello – Integrante / Anneliese Domingues Wysocki – Integrante / ERIKA SIMONE GALVAO PINTO – Integrante / Palha, Pedro F – Integrante / Marcos Augusto Moraes Arcoverde – Integrante / Rubia Laine de Paula Andrade – Integrante / Gabriela Tavares Magnabosco – Integrante / NATHALIA HALAX ORFÃO – Integrante / OSCAR KENJI NIHEI – Integrante / ADRIANA ZILLY – Integrante / Aline Ale Beraldo – Integrante / Reinaldo Antonio da Silva Sobrinho – Coordenador / Betina Mendez Alcantar Gabardo – Integrante / Lilian Lessa Cardoso – Integrante / Marcelle Saldanha da Silva – Integrante / Thais Tânia Avila – Integrante / Fabiana Colombelli – Integrante / Eduardo Putton – Integrante / Diego Gamper – Integrante / Mara Cristina Ripoli Meira – Integrante / Noura Reda Mansour – Integrante / Maria Luzia Topanotti – Integrante / Franz Porzsolt – Integrante / Larissa Nicolau – Integrante / Enrique Jorge Deschutter – Integrante / Derlis Cristobal Benegas Peres – Integrante / Maria Arai – Integrante / Edvaldo Tonin – Integrante / Judite Joaquim Raul – Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro.

 

2- 2019 – Atual

Desenvolvimento e Avaliação de uma Estratégia Baseada no Uso de Aplicativos Móveis para Melhorar a Adesão ao Tratamento da Tuberculose Latente

Descrição: Projeto submetido ao EDITAL FAPES/CNPq/Decit-SCTIE-MS/SESA Nº 03/2018 – PROGRAMA DE PESQUISA PARA O SUS: GESTÃO COMPARTILHADA EM SAÚDE – PPSUS, conforme aprovado pelo Comitê Gestor do PPSUS 2018 com objetivo de Desenvolver e analisar a utilização do sistema informatizado para dispositivos móveis que auxilie os profissionais de saúde no processo de diagnóstico e tratamento, bem como para auxiliar na prevenção e no cuidado das pessoas com Tuberculose latente, avaliando a sua utilização nesses serviços de saúde para integrar ações de acompanhamento bem como avaliar o grau de resolubilidade dessas ações a partir do sistema. Valor financiado: R$ 89.563,00..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Antonio Ruffino Netto – Integrante / DOMINGOS ALVES – Integrante / Afranio Lineu Kritski – Integrante / Ethel Leonor Noia Maciel – Coordenador.

 

3- 2017 – Atual

Projeto CNPq – Programas de controle da tuberculose em municípios do Brasil: avaliação da gestão e do desempenho operacional

Descrição: Certas enfermidades infectocontagiosas estão mais próximas da lógica de enfrentamento de patologias crônicas, como a tuberculose (TB), cuja persistência como problema de saúde pública se dá não apenas na forma de detectar e tratar os casos novos, mas na organização dos serviços de saúde para identificar e assistir os portadores da doença. Nesse sentido, o estudo tem como objetivo avaliar o desempenho dos serviços de saúde para o controle da TB em alguns municípios brasileiros entre os anos de 2010 a 2014, considerando aspectos inerentes à assistência, populações vulneráveis e gestão. Trata-se de uma pesquisa de avaliação de serviços e programas de saúde, sendo que para a consecução dos objetivos específicos serão utilizados os delineamentos descritivo e ecológico. Foram selecionados municípios em decorrência da situação epidemiológica assumida pela doença e pela diversidade de atuação dos Programas Municipais de Controle da TB (PMCT). Para a coleta dos dados serão utilizadas fontes primárias: será disponibilizado um questionário semiestruturado online de autopreenchimento aos coordenadores de PMCTs e de Programas Municipais de Aids; e secundárias: sistemas de informações TBWEB, SINAN, Sistema de Controle de Exames Laboratoriais, Sistema de Controle Logístico de Medicamentos; e IBGE, DAB/MS e DATASUS para caracterização dos municípios. Espera-se que este estudo disponibilize informações para subsidiar ações de controle da TB, formulação de políticas públicas que contemplem o aperfeiçoamento da gestão e da operacionalização do Programa de Controle da Tuberculose no contexto do Sistema Único de Saúde.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Antonio Ruffino Netto – Integrante / Aline Aparecida Monroe – Integrante / Tereza Cristina Scatena Villa – Coordenador / Anneliese Domingues Wysocki – Integrante / TIEMI ARAKAWA – Integrante / LIS APARECIDA DE SOUZA NEVES – Integrante / Rubia Laine de Paula Andrade – Integrante / Gabriela Tavares Magnabosco – Integrante / Maria Eugênia Firmino Brunello – Integrante / NATHALIA HALAX ORFÃO – Integrante / LIVIA MARIA LOPES – Integrante / LAURA TERENCIANI CAMPOY – Integrante / Aline Ale Beraldo – Integrante / Lucia Marina Scatena – Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro.

 

4- CNPq Universal processo 404124/2016-0 – Programas de controle da tuberculose em municípios do Brasil: avaliação da gestão e do desempenho operacional (vigência 01/06/17 a 31/05/20).
Coordenador – Tereza Cristina Scatena Villa

 

 5- Projeto FAPESP/FAPESQ 2019/23810-4 (em avaliação pela FAPESP) – HIV na população jovem: subsidios para o enfrentamento da epidemia a partir da análise de fatores socioestruturais e comportamentais.
Coordenadoras – Aline Aparecida Monroe e Jordana de Almeida Nogueira

 

6- Temático FAPESP (em elaboração) – O impacto do GeneXpert® MTB/RIF na detecção da tuberculose e na equidade do acesso das populações vulneráveis ao diagnóstico no Brasil.
Coordenador – Ricardo Alexandre Arcencio

 

7- 2019 – Atual

FronTB – estudo sobre resistência aos antimicrobianos utilizados no tratamento da tuberculose: um estudo de coorte prospectivo.

Descrição: O projeto tem como objetivo identificar fatores preditores de RAM (resistência aos antimicrobianos) na terapia antituberculosa. Trata-se de um estudo descritivo-analítico, tipo coorte-prospectivo, que será conduzido em localidades na faixa de fronteira Brasil-Paraguai-Argentina.

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (5).

Integrantes: Reinaldo Antonio da Silva Sobrinho – Coordenador / Eduardo Putton – Integrante / Lilian Lessa Cardoso – Integrante / Oscar Kenji Nihei – Integrante / Tereza Cristina Scatena Villa – Integrante / Antonio Ruffino-Netto – Integrante / Rubia Laine de Souza Andrade – Integrante / Annelisie Domingues Wysocki – Integrante / Aline Ali Beraldo – Integrante / Maria Eugenia Firmino Brunello – Integrante / Érika Simone Galvão Pinto – Integrante / Gabriela Tavares Magnabosco – Integrante / Pedro Fredemir Palha – Integrante / Marcos Augusto Moraes Arcoverde – Integrante / Nathália Halax Orfão – Integrante / Diego Gamper – Integrante / Betina Mendes Alcantara Gabardo – Integrante / Adriana Zilly – Integrante / Aline Aparecida Monroe – Integrante / Mara Cristina Ripoli Meira – Integrante / Noura Reda Mansour – Integrante / Thaís Tânia Ávila – Integrante / Maria Luzia Topanotti – Integrante / Franz Porzsolt – Integrante / Larissa Nicolau – Integrante / Fabiana Colombelli – Integrante / Enrique Jorge Deschutter – Integrante / Marcelle Saldanha da Silva – Integrante / Derlis Cristobal Benegas Peres – Integrante / Maria Arai – Integrante / Edvaldo Tonin – Integrante / Judite Joaquim Raul – Integrante.

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Chamada Universal MCTIC/CNPq n.º 28/2018 – Auxílio financeiro.

 

Projetos em conjunto com o Dpto de Clinica Médica da UFRJ  nos últimos 10 anos:

8- Faperj 2014-2017 – Biomarcadores de TB e Depressão. edital 15/2014 – Cooperação Faperj/Columbia – Processo E-26/010.001765/2014

 

9- Faperj – 2015-2018. Infecção Mista com diferentes linhagens de M.tuberculosis ou M.atípicas: papel no diagnóstico e tratamento da TB e TB resistente. Processo 211464-03/2014

 

10- Edital Nº 4 – Cooperação bilateral FAPERJ-SNSF (Swiss National Science Foundation) 2015  (2015-2018). Mixed strain infections in human tuberculosis: their role in biology, epdemiology and clinical outcome.

 

O Projeto

ICHORTA (2010-2015). Training and Research Program in collaboration with Jose Roberto Lapa e Silva da UFRJ, Richard Chaisson/JHU, Dr Warren Johnson da Cornell University and Lee Riley from Berkeley University  ICOHRTA AIDS/TB, 5 U2R TW006883-02. – Approved  by NIH-USA

Foi extremamente importante pelo impacto que possibilitou nos programas de controle da tuberculose e aids no Brasil e na África.

 

Informação de contato:

E-mail: aruffino@fmrp.usp.br

Fone: 016-36022905/ 36023070